jusbrasil.com.br
24 de Janeiro de 2019

Empreendedorismo Social

Publicado por Mariana Ferraz
há 3 anos

Empreendedorismo Social

Teve seu início em 1990, em face de crescente problematização social, redução dos investimentos públicos no campo social, crescimento das organizações do terceiro setor e da participação das empresas no investimento e ações no campo social.

Por ser um tema recente, ainda não se tem um conceito unitário, é um conceito ainda em desenvolvimento, mas que já possui diferenças entre uma gestão social e uma gestão empresarial.

Luther King e Gandhi podem ser considerados empreendedores sociais, devido suas capacidades de liderança e inovação quanto à mudança em largas escalas.

Os principais conceitos, tanto na visão internacional como na visão nacional sobre o significado de empreendedorismo social na atual conjuntura:

1) Reino Unido - empreendedor social é alguém que trabalha de uma maneira empresarial, mas para um público ou benefício social, ao invés de visar apenas o lucro. - atuam em negócios étnicos, voluntários e comunitários

2) Canadá - empreendedores sociais possuem características de empresários tradicionais, como a visão ampla, criatividade e determinação, mas focam a inovação social

3) Suíça - empreendedores sociais propõe ideia úteis para resolver problemas sociais, criam novos procedimentos e serviços, afim de resolver problemas sociais ou financiar projetos sociais - a motivação do empreendedor social é melhorar a vida das pessoas e não dinheiro

4) EUA - empreendedores sociais são executivos sem fins lucrativos, dão atenção ao mercado, sem perder de vista a missão social - desejam sempre estar disponíveis às pessoas, para que elas dependam menos do governo e de caridade

*Os conceitos difundidos no Brasil, possuem as mesmas semelhanças. Logo, percebe-se que há um ponto em comum entre conceitos internacionais e nacionais = o empreendedorismo social visa um fim social, visa beneficiar pessoas e comunidade *No tocante a prática, já temos alguns exemplos nacionais com impacto internacional, como é o caso do CDI – Comitê de Democratização da Informática, localizado no Rio de Janeiro.

Principais Diferenças entre o Empreendedorismo Social e o Empresarial

Características do Empreendedorismo Social: - é coletivo - produz bens e serviços a comunidade - tem foco na busca de solução para problemas sociais - seu objetivo é uma mudança social - visa respeitar as pessoas de situação de risco e ajudá-las

Características do Empreendedor Empresarial: - é individual - produz bens e serviços - em foco no mercado - seu objetivo é o fim lucrativo - visa satisfazer seus clientes e aumentar seus negócios

Diferença na forma de administração da empresa tradicional e dos negócios sociais

Empresas Tradicionais: Hierarquia, Controle centralizado, Foco no que é melhor para o cliente, Ênfase no centro de competências, Financeiramente auto-suficiente, Nicho orientado.

Negócios sociais: Time/trabalho orientado, Descentralização, Foco no que é melhor para a organização, Ênfase nos programas, Dependente de recursos, Tentar ser todas as coisas para todas as pessoas.

Perspectivas para o empreendedorismo social no Brasil: Existem desafios e possibilidades e desafios, seriam dois os principais: a) Criar Capital Social. Sendo o mesmo, base para elaboração e sucesso das ações do empreendedor social, e face ao histórico da cultura individualista em nossa sociedade, ou do estilo, “o que eu vou ganhar fazendo isso?” b) quebrar com o discurso do só tenho direito, e nada de deveres, e fazer com que as pessoas, tenham postura de cidadãos.

Quanto às possibilidades, destacamos as seguintes: 1º) gera dinamismo e objetividade; 2º) gera resultados sociais de impacto; 3º) cria capital social; 4º) resgata auto-estima e visão de futuro; 5º) é dinâmico, cativa e motiva as pessoas ao engajamento cívico; 6º) ênfase na geração de novos valores e mudança de paradigmas; 7º) tem na inovação, criatividade, cooperação os pilares de suas ações.

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDORISMO SOCIAL, RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL E EMPREENDEDORISMO PRIVADO:

EMPREENDEDORISMO PRIVADO: é individual, produz bens e serviços para o mercado, tem foco no mercado, sua medida de desempenho é o lucro, visa satisfazer necessidades dos clientes e ampliar as potencialidades do negócio.

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL: Individual com possíveis parcerias Produz bens e serviços para si e para a comunidade, Tem o foco no mercado e atende a comunidade conforme sua missão, Visa agregar valor estratégico ao negócio e atender expectativas do mercado e da percepção da sociedade/consumidores.

EMPREENDEDORISMO SOCIAL: é coletivo e integrado, produz bens e serviços para a comunidade, local e global, tem o foco na busca de soluções para os problemas sociais e necessidades da comunidade, sua medida de desempenho é o impacto e a transformação social, visa resgatar pessoas da situação de risco social e promove-las, gerar capital social, inclusão e emancipação social.

PERFIL DO EMPREENDEDOR SOCIAL, CONHECIMENTOS, HABILIDADES, COMPETÊNCIAS E POSTURAS:

1) Saber aproveitar as oportunidades; 2) Ter competência gerencial; 3) Ser pragmático responsável; 4) Saber trabalhar de modo empresarial para resolver problemas sociais.

Ter visão clara; 2) ter iniciativa; 3) ser equilibrado; 4) participação; 5) saber trabalhar em equipe; 6) saber negociar; 7) saber pensar e agir estrategicamente; 8) ser perceptivo e atento aos detalhes; 9) ser ágil; 10) ser criativo; 11) ser crítico; 12) ser flexível; 13) ser focado; 14) ser habilidoso; 15) ser inovador 16) ser inteligente; 17) ser objetivo;

1) Ser visionário; 2) ter senso de responsabilidade; 3) ter senso de solidariedade; 4) ser sensível com os problemas sociais; 5) ser persistente; 6) ser consciente, 7) ser competente; 8) saber usar forças latentes e regenerar forças pouco usadas; 9) saber correr riscos calculados; 10) saber integrar vários atores em torno dos mesmos objetivos; 11) saber interagir com diversos segmentos e interesses dos diversos setores da sociedade; 12) saber improvisar; 13) ser líder.

1) Ser inconformado e indignado com a injustiça e desigualdade; 2) ser determinado; 3) ser engajado; 4) ser comprometido e leal; 5) ser ético; 6) ser profissional; 7) ser transparente; 8) ser apaixonado pelo que faz (campo social).

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)